desabafos de agosto

Frases feitas

“somos aquilo que comemos”, “o  hábito faz o monge”, e muitas outras frases, vulgo clichés, são usados para definir as pessoas em determinada situação. e já agora, quanto aos livros? somos aquilo que lemos? eu digo que sim. definem-nos e projetam uma imagem da nossa pessoa.  Neste momento, Gonzalo Torrente Ballester com ” A bela adormecida vai à escola” define sem dúvida uma certa estética à qual me rendo. mais tarde, mais uma vez, e de novo, ” O gato malhado e a andorinha sinhá” também me há de fazer companhia, para além de outros, que sem dúvida podem ajudar à colocação de um rótulo. se há situações que tal coisa não me incomoda é esta. não me importo. só leio o que me faz sentir bem. mesmo que isso não me dê grande estatuto entre os demais. boa noite.

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s