desabafos de agosto

podem não acreditar…

eu também não queria crer, mas a feira da golegã, a feira do cavalo, mudou-se para o meu prédio. já aqui falei nisso, no facto de achar que existe um picadeiro por baixo da minha sala de estar, mas, às vezes , é necessário tornar a falar, numa espécie de exercício catártico, que nos ajude a perceber porquê.

hoje deve estar acontecer alguma exibição em particular, pois o entusiasmo que se houve, os gritinhos emanados, acompanhando o galope, fazem pensar que estou a perder um grande espetáculo. não tarda, mando fazer um chapéu daqueles “à ascot”,  monto uma banquinha de castanhas  à porta dos meus vizinho para compor o cenário. assim,  sempre rentabilizava o meu tempo e os meus nervos. vale-me pensar que daqui a bocado hão de olhar para o relógio e recolher à box, e o silêncio que se fará ouvir, vai ser música para os meus ouvidos! acrescente-se que o cão é também um compincha nos latidos que gosta de emitir, não vão pensar que ele não se diverte no meio desta comédia toda. um dia, serei ressarcida desta agonia. talvez quando vir uma camioneta de mudanças à porta!

Advertisements

11 thoughts on “podem não acreditar…”

    1. isto vai. com calma, algum humor e fuga para a minha salinha escritório, que não me deixa chegar o galope com tanta intensidade. 🙂

  1. … Os cavalos também se abatem!
    Ofereça-lhes taça com favas secas. Pode ser que percebam a piada, ou que apreciem a guloseima. 🙂
    Mantenha sempre a paciência e uma boa dose de ironia.
    Beijinhos

  2. muito obrigada pela solidariedade manifestada, mas creiam que eu vou levando isto assim com humor, porque não é todos os dias que sou brindada com habilidades dos utentes da coudelaria vizinha..caso contrário já teria entrado em ação. se há coisa que detesto é que me façam passar por otária! por isso, é possível que este assunto passe a ser recorrente, sem me tornar repetitiva. assim espero! beijinhos!

  3. Por essas e por outras, tais como ter um vizinho de cima que tinha um hobby de carpintaria, ao qual se dedicava numa base diária, independentemente do dia da semana é que actualmente não resido num apartamento… estive quase quase a ir viver para o meio de nenhures, assim com vizinhos apenas num raios de 10 km…

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s