desabafos em rodapé

trinta e um do oito

hoje? só isto. 

30082014799 30082014800 30082014798férias. adeus.

Advertisements
desabafos em rodapé

pequenos adereços

isto de ter uma filha mulher atenta a pormenores que podem valorizar um cabelo escuro sem pretensões de estrelato tem que se lhe diga. este lacinho, insignificante na forma e conteúdo, acabou por valorizar aquele ondulado capilar, disciplinado por dois elásticos. ficou bonitinho. pelo menos , eu acho.

lacinho

 

 

joanaquase expulsas da praia, os senhores dos colchões pedem-nos que os libertemos para eles os arrumarem, dedicamo-nos a registar  apontamentos de coisas menores, mas mesmo assim, com a sua graça.

 

desabafos em rodapé

pijama polémico

interrompo o meu estado “comatoso” ao nível cerebral – efeito secundário pelo facto de estar em férias- para refletir sobre um pijama que está a dar que falar. 

pijama

a intenção era fazê-lo parecer-se com os pijamas usados pelos xerifes dos westerns televisivos. no entanto, infelizmente lembra uma realidade bem mais macabra. a noticia está aqui. foi uma ideia que não resultou, na minha opinião.

imagem retirada daqui

coisas minhas

daqueles dias

em que se fica mesmo até ao finzinho na praia. já se notavam as ausências, mas persistíamos em ficar.

cadeiraso calor, a água, o barulho das ondas, tudo se uniu para fazer deste dia um verdadeiro dia de verão. colou-se-nos à pele tal atmosfera que desejamos mantê-la como reserva para os dias menos solarengos. foi mesmo até ao fim. o sol despedia-se lânguido, e nós pusémo-nos a caminho de casa dando graças pela existência de dias assim.

 

solpôr do sol sem filtro. fraca qualidade de imagem, mas que estava lindo, lá isso estava. até amanhã.

desabafos em rodapé

post it

num estacionamento aqui bem perto de onde me encontro, reparo numa curiosidade: um carro “forrado”  com dezenas de quadradinhos de papel de diferentes cores, os tão famosos post it. acerquei-me para ver melhor e achei muito engraçado ver os registos deixados. não sei se é algum movimento trendy (será assim que se diz?), ou se foi apenas uma ideia isolada, mas teve a sua a sua graça.  será que ando a ficar deslumbrada com tudo o que vejo? ajuízem.

primeira impressão: que será isto? curiosidade aguçada. 

post it (2)

mais ao pormenor

post it (1)não cheguei a perceber se todos podíamos deixar um recado, ou se estava destinado só aos amigos do dono do carro, ou se esta, seria uma forma de o surpreender, ou , resumindo: afinal o que era aquilo?

desabafos em rodapé

uma visitinha ao artesanato

o vento expulsou-me da praia. a praia empurrou-me para uma feira em lagoa (fatacil), com o intuito de procurar um tapete. não era para mim, mas sim para uma amiga. e lá fomos…vilamoura tinha vento, o vento estava mais civilizado em lagoa, e o artesanato estava exposto para todos os gostos. foi uma visita rápida. não se encontrou o que se procurava. no entanto, já de saída, uma banca chamou-me mais a atenção que qualquer outra; artesanato brasileiro feito com capim dourado: brincos, colares, pulseiras, tudo parece feito de ouro, mas não. chamam-lhe ouro vegetal. 

ouro vegetal

 o produto final e matéria-prima…achei lindo e original. não conhecia.ouro vegetal 1disse a artesã que provém do nordeste brasileiro, e que é o único sítio do mundo onde cresce. a natureza é pródiga.