desabafos em rodapé

cápsula do tempo

Uma vez tive uma ideia: guardar numa caixa objetos do meu tempo:  canetas, livros, cadernos, discos em vinil, um verniz e um desodorizante, para além de um par de sapatos de plataforma dos anos 70. Naquele momento  pensava já estar a ter a ideia mais criativa do século vinte. E porquê tanta excitação? Porque, um dia, alguém iria descobrir aquela caixa e poderia assim fazer um historial das vivências que começaram no século vinte e estão agora a atravessar o século vinte e um. Tudo isto num cenário em que A Terra já não seria como a conhecemos, e havia  que tratar das memórias. Já imaginava alguém a rir dos sapatos medonhos, as canetas seriam vistas como objetos estranhos e completamente obsoletos, enquanto que o disco vinil seria mirado e remirado sem se perceber exatamente a sua utilidade. Inclusivamente, achava eu que,  teriam de recorrer  a máquinas sofisticadas de descodificação, para que percebessem a importância de tal achado. O meu delírio levava-me mesmo a pensar que tal máquina teria nesse futuro, o valor de uma Pedra de Roseta, aquela que serviu ao estudioso Champollion, para decifrar a escrita egípcia alguns anos depois da expedição realizada por Napoleão a terras do Nilo. Ensandecida pelo brilhantismo da minha ideia, já me projetava em citações na imprensa de conteúdo científico, e também naquela  ligada ao lifestyle que, mesmo no futuro, não haveria de ser muito diferente da minha contemporaneidade, e , por isso, os artigos retratar-me-iam como uma celebridade cujo génio seria muito difícil de igualar. Haveria entrevistas a descendentes  para registar o testemunho da minha simplicidade, apesar de todo o talento intelectual. Senão vejamos, a quem lembraria construir uma cápsula do tempo? Trabalhar no CERN, e haver pessoas dedicadas ao bosão de Higgs, e outras trivialidades não passariam  de ser consideradas tarefas corriqueiras por comparação ao que eu tinha proporcionado à Humanidade com letra maiúscula. Neste crescendo de orgulho e ambição, a fama não duraria apenas quinze minutos, outrossim, seria eterna. Ó clemência, para tudo se faz favor. Tocaram-me no ombro, e apontaram-me a direção de uma qualquer loja de roupa em segunda mão, ou daquelas de tendência vintage para encontrar a minha cápsula do tempo. Mais, a Catarina Portas, já me arrebanhou a ideia com a loja ” Vida Portuguesa”. Entretanto, lembrei-me que também há museus. E assim, num nanossegundo, ruiu toda uma construção teórica, que poderia vir a proporcionar um banho de eternidade à sua mentora: Eu.

E Michael J. Fox será para sempre lembrado como o rapaz do “Regresso ao Futuro”. É o destino. Cada um é para o que nasce!

Advertisements

20 thoughts on “cápsula do tempo”

      1. Bem pensado, eu nunca me lembraria disso 😛
        Se essa caixa existisse as gerações futuras ficariam a saber que há cerca de 15 anos atrás, penso eu , se utiliza um deo género stick (cujo nome não me recorda) que era horrível.

        Agora fiquei a pensar na evolução das coisas simples e banais do nosso dia à dia.

  1. Epá, pensei que era a única. Afinal toca a todos! 🙂 Também tive o “desvaneio” da cápsula do tempo e da mensagem na garrafa, que seria encontrada por alguém … blá, blá. Nunca fiz nenhuma 😦 😉

    1. Nina, eu acho que passamos todas pelo mesmo processo…depois ficam como recordação de não terem sido realizadas! Paciência! Mas ainda vamos a tempo. As canetas vão ser obsoletas, ai, vão, e quem tiver uma BIC em arquivo vai brilhar. vai fazer magia!

  2. Mia, boa noite!
    Eu tenho várias caixinhas do tempo, minhas, pessoais que guardo para as minhas filhas recordarem mais tarde.
    Penso que não dão grande importância a isso, mas a verdade é que eu acredito que sim.
    Agora, uma verdadeira cápsula do tempo, essa de que falas, deveríamos sim construír e o quanto antes.
    Fica bem, beijinhos.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s