desabafos em rodapé

“sin city?”

Lisboa. Num bocadinho desta semana bastou uma chegadela à capital, e foi isto:

sin de gula;

sin de consumismo;

sin de quero, quero, e é tão lindo;

sin de vaidade;

Mas atenção.

Isto são só impulsos, porque eu sofro horrores com o arrependimento, e ninguém gosta de arrependidos.

os arrependidos são pessoas muito diagonais, que é como quem diz, pessoas que são muito oblíquas, que por sua vez talvez sejam pessoas, assim nem muito verticais, nem muito horizontais. ora eu pretendo ser superior a tudo isso. daí que tenha chegado a Lisboa  e aplicado a máxima:

vini vidi vice.

regressei tranquila a este posto de província  onde habito muito satisfeita. trouxe apenas um saquinho com conteúdo miserável, e apenas somente.

sin city? fica ao critério.

Advertisements

18 thoughts on ““sin city?””

  1. Querida Mia! Este desabafo podia bem ter sido meu:)De Lisboa também regressei com um saco bem pequeno, não fosse o arrependimento tecê-las…
    Um abraço e aproveito para lhe desejar uma Santa Páscoa!

  2. Ah a gula! Estou condenado no que toca à gula. É com dificuldade que resisto a uma boa tasca, a um bom pitéu, a um bom vinho…

    A vaidade não me aflige especialmente, mas há excepções, porque um homem não é de ferro e há coisas que pronto, merecem.

    Arrependimentos tenho pouco, graças a Deus, pecados tenho bastantes, graças a mim…

    1. Talvez até o vizinho ( bem acondicionado e com uma rolha para não poder falar ) !
      Só se estragava um saco na viagem.
      É que os sacos “andam” com preços exorbitantes…a bem do ambiente ,topas ?
      😉

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s