desabafos em rodapé

a propósito e talvez não

andava por aqui perdida à cata de assunto. não que me falte; isso não, só que, estou a ficar cercada por alguma escuridão, apesar da claridade que vem lá de fora, e estes 40 e poucos segundos de animação sobre o livro “the dark” de lemony snicket, acabam por me fazer jeito. quem é que nunca teve medo do escuro? o escuro pode ser tantas coisas. o escuro que eu não queria que chegasse, começou a entrar devagarinho, a instalar-se sem grande alarde. esse escuro; a perda de algum discernimento em idade mais avançada, chamemos-lhe assim, já rondava há algum tempo. mas nunca o deixámos poisar. e depois, assim de repente, aqueles que sempre vimos como nossas âncoras, começam a precisar de uma bóia. eu, neste momento, não tenho ar suficiente para manter à tona, todo o discernimento que vejo a minha mãe perder paulatinamente. é muito imberbe, eu sei, mas tem pernas para crescer muito depressa. eu bem lhe fecho a porta, abro janelas para deixar entrar a luz, e ando com uma lanterna para ver se o apanho e tranco sem possibilidade de o deixar sair, mas um dia, ele ganha este jogo e eu não lhe vou conseguir dizer “olá!

e o dia que está tão lindo?

Advertisements

15 thoughts on “a propósito e talvez não”

  1. Mia, se a falta desse descernimento se refere à doença que penso que é, eu sei o que é ver isso até ao fim… Por isso só lhe desejo a si e aos familiares que estão mais próximos muita força para enfrentar e não se deixem abater por mais difícil que isso seja (que eu sei que é)!
    Beijinhos grandes para a sua mãe especialmente que precisa de muito carinho e apoio***

  2. Bom dia, Mia !
    Momentos muito difíceis !
    Todas as forças são insuficientes,andamos sempre com o coração “na mão” e de cabeça “lá “.
    Sei como é, e vivo situação semelhante.
    O que nos opinam em nada ajuda, ou consola ( eu sei ),mas não posso deixar de desejar que tudo melhore muito.

    Beijo,
    José

    1. Olá, José.
      São momentos muito abalados pelo cenário futuro. Mas como disse, é só ainda um grãozinho, embora nós saibamos que ele, se alimenta muito depressa e cresce. O que nos opinam, é sempre feito com carinho e boas intenções, e eu agradeço!
      Beijo,
      Mia

      1. Olá , Mia.
        Não fui bem entendido.
        Claro que quem nos apoia nestas situações,o faz com carinho e sinceridade, mas pouco “vale” para alterar o sofrimento.
        Que é de agradecer,sim ! É bem- vindo !
        Mas em nada altera a nossa tristeza.
        Foi este o meu ponto de vista .
        Beijo e Boa Páscoa !
        José

  3. Infelizmente sei o que custa e apenas posso dizer que tenhas muita força. Só quem passa é que sabe e por mais conselhos que se dê … cada um tenta lidar da melhor forma que pode com a situação.
    Beijinhos.

  4. Um abraço cheio de força!
    Sei que o trailer não vem a propósito de uma situação feliz, mas gostei da partilha!
    Boa Páscoa!

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s