desabafos em rodapé

fui campeã olímpica , disto:

macaca

uma modalidade cuja prática não estava ao alcance de muitos; perigo de esfolar as palmas das mãos e os joelhos, afastava as mais “cócós“, depois, a dificuldade  que havia em arranjar giz que escrevesse em condições no alcatrão massacrado da rua, punha-nos numa posição delicada. a seguir,  horas e horas a fio, subtraindo tempo ao descanso, era imperativo alcançar o equilíbrio perfeito: lançar a pedrinha e avançar no pé coxinho. técnica, aparentemente muito elementar, mas que acarretava o seu grau de exigência. certo?

Advertisements

23 thoughts on “fui campeã olímpica , disto:”

  1. Eu também! Como era muito pequenina e magrinha quando saltava parecia que voava!
    Que saudades…era tão bom que estes joguinhos voltassem…
    Bjinho

    1. Sol,
      Ui! magrinha e boa atleta. 😀 Que perigo! Tive várias adversárias com essas característica. Eu era magra , mas alta. O vento, quando o havia, atrapalhava-me o desempenho 😀 !
      Bom fim de semana.
      beijinho

  2. Adorava jogar a macaca… E ficava fula quando a pedrinha não acertava no sítio certo 😦
    E quando o giz estava pequenino, pequenino e chegava a esfolar a pontinha dos dedos por raspar com eles no chão? Boas memórias de criança 🙂 Agora existem uns jogos de macaca, mas para mim, o facto de riscar o chão com giz, de nos dar trabalho e dedicação e estarmos em grupo a fazer aquilo faz toda uma diferença 🙂

    Beijinhos***

  3. Querida Mia,
    Correndo grave risco de reputação, venho desabafar que também joguei assim. Muitas vezes na terra, onde desenhávamos com um pauzito. Se no cimento ou na estrada, e na falta de giz, socorríamo-nos de um pedaço de tijolo.
    Bom fim de semana,
    Outro Ente.

    1. Caríssimo Outro Ente,
      A reputação é um conceito algo abstracto, e demasiado sobrevalorizado. Já o jogo em questão; democrático, inclusivo, não marginalizava praticantes, e deixava-se “ilustrar” com materiais de origem diferenciada, sem que , por isso, ficasse comprometido o objetivo. Sendo assim, fico grata pelo desabafo, que vem acrescentar qualidade, a uma brincadeira tão distante na minha cronologia.
      Bom fim de semana.
      Mia

  4. Sabes que ainda hoje sei jogar isto? 🙂
    E, quando acabávamos o pé coxinho, por termos cumprido as etapas todas, continuávamos de pés cruzados.
    Joguei com bolsinha de cereais (mas isso é batota, porque não rola nos quadrados, e acerta-se sempre neles) e com pedras.
    Campeã, nunca fui, mas ainda vou a tempo, ou não? 🙂
    Bom fim-de-semana!
    Beijinhos

    1. LP, que jogou isto, tem de certeza grandes medalhas no currículo. 🙂 Saquinhos com cereais…hummm, a tornear a dificuldade… 🙂 ! 🙂
      Bom fim de semana.
      beijinhos

  5. Também fui. 🙂 Era o meu jogo preferido. 🙂 Porque raio já não vemos os miúdos a divertirem-se com isto? Beijos

  6. “macaca”…sempre aos pulinhos e afazer batota…que saudades mia mas eu era mais o “espeto” certo dia até enfiei uma lima no meio dos dedos, ganda pontaria, não achas…

    Bom fim de semana e um beijinho com pipocas e um film na tela…já não te imagino a “macacar” agora só se fores para personal trainer.
    BJ

  7. Nunca fui campeã mas sempre me diverti horrores. Acho que vale, né?
    No Brasil chamamos de amarelinha 😉

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s