desabafos em rodapé

coisas que me acontecem #2

Vem uma pessoa muito descansada pela estrada fora a cumprir as regras – ou pelo menos a tentar – e há sempre quem goste de se colar ao veículo da frente. Portanto, a partir de agora, o veículo da frente sou eu, e o colante barra  energumeno, é o outro condutor que vem com pressa dentro de uma carrinha de caixa aberta (tenho uma afeição particular por esta categoria de veículo).

Ora muito bem. Eu venho para o trabalho. A carrinha também, e que eu saiba, o meu carro não tem nenhum íman atrás que atraia de forma irracional qualquer meio de transporte que o preceda. Aqui, começa um jogo de nervos: eu gosto de manter distância, sou por isso, obrigada a acelerar. Depois, isto acontece-me em estrada dentro de localidades com limite de velocidade: 50 Km. Depois, neste sítio, a Brigada de Trânsito viciou-se em colocar radares em carros descaracterizados e esquisitos. Depois, é vê-los lá adiante a mandarem encostar, com olhar guloso, babando-se de felicidade pelo diálogo que irão entabular, e acrescente-se o arrepio que os percorre ao preencherem aquele papelinho que nos desgraça de várias maneiras. Nem é bom falar nisso. Ora eu, não querendo ofender as autoridades, dispenso convívios desta natureza. E como é que posso evitá-los, com calhordas assim na estrada?

Por acaso, hoje correu bem. Os senhores guardas devem estar entretidos nas estradas que levam diretamente ao mar, e o meu local de trabalho afasta-se um pouco da maresia. Tem havido uma certa calma, não se têm avistado fardas e botas a condizer.

 Mas fica aqui o desabafo, pois parecendo que não, tudo isto irrita uma cidadã zelosa  logo pela manhã.

Advertisements

22 thoughts on “coisas que me acontecem #2”

  1. E este é o local para desabafos!

    Há gente que tem “galo”, sempre que faz uma asneirita na estrada tropeça nas autoridades, outros, andam sempre a fazer asneira e nunca lhes acontece nada.

    Deve ser o sitio onde mais falta faz ter paciência a estrada.

    1. Ao invés de acelerar, experimenta fazer o contrário dando uns toques no pedal de travão mas sem travar, só para acender a luz, resulta muito melhor . 😉

    2. Mas já me aconteceu ver grossa asneira, e lá adiante, aquele carro descaracterizado, um Audi, por sinal, acendeu as luzinhas e vai de perseguição ao condutor armado em carapau de corrida. Foi um gosto ver. Já fui testemunha na A1 , mais que uma vez de algo semelhante. Até o meu fígado depura melhor!
      😀

  2. Cuidado com os descaracterizados Mia, cuidado que eles andam aí! Quanto a carrinhas especialmente de caixa aberta também não as quero atrás de mim….xó tudo para a minha frente já, assim quem se encosta sou eu;))))))

    Beijinho sem complicações de transito nem fardas a atrapalhar!
    BFS

    1. Cuidado, muito cuidadoo, mas, despistada como sou, nem os bem assinalados vejo. Lá vou eu na minha vidinha, vejo carros a abrandar, eu na minha velocidade de sempre, e só quando estou em cima das viaturas oficiais é que percebo o cenário! Triste, muito triste. 🙂
      bom fim de semana.
      Beijinho
      🙂

    1. Eu nem sei qual o objetivo. Condução calhorda com apontamentos de estupidez, é o que é. Se eu mandasse, ia tudo de castigo, virado para a parede!
      bom fim de semana.
      🙂

  3. Também detesto esses condutores que se colam a nós…! Haja paciência!
    Obrigada pelo teu apoio lá no meu cantinho.
    Beijinhos
    Maria

    Ps . A tentar voltar às visitas nesta nova fase da minha vida.

  4. É melhor eu estar calada, mas já conduzo há mais de 15 anos e nunca fui parada por uma brigada. Isto merece um OLÉ! 🙂 (E nada de ideias tontas, senhores guardas.)

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s