desabafos em rodapé

faz de conta

Bom dia. Faz de conta que eu sei comentar acontecimentos. Acontecimentos dos importantes, daqueles que fazem as primeiras páginas de jornais de referência. Tal como grandes “cabeças”, logo de manhã ao ler as notícias acorrem-me comentários muito preciosos sobre assuntos marcantes da atualidade. Tenho à minha frente jornais e um iogurte grego. Está dado o mote.

O iougurte grego é cremoso, muito rico em tudo aquilo que as pessoas acreditam que lhes faz bem. Eu sou dessas pessoas. Acredito no iogurte grego. O problema é a falta de açúcar, uma vez ao natural, tem um sabor assim a dar pró azedo. Trocadilho previsível no meu faz de conta: as negociações entre gregos e os parceiros europeus também estão a azedar. O assunto já foi mais mexido e revirado que uma salada grega, os portugueses já acham que aquilo vai dar uma grande caldeirada e quiçá um enorme sarrabulho. É possível que se esteja ali a preparar uma cataplana de chatices várias, regada com um, e faz de conta que percebo de vinhos, com um  Chablis ?

nota: este assunto (gregos vs eurogrupo) é-me recorrente. caso o achem repetitivo, não se inibam de o dizer!

Advertisements

21 thoughts on “faz de conta”

  1. ‘ Faz de conta que eu sei comentar acontecimentos’? What? A Mia é a melhor contadora de acontecimentos que eu conheço, parece que eu saio da minha cadeira e me tele-transporto para a cena em questão 🙂 🙂 🙂
    Pronto… Agora vou acabar de ler o pot, porque só li essa frase e vim logo comentar 🙂
    ………………………………………………..
    Eu não disse? Agora que já li tudo confirma-se… Conta muito bem as notícias da actualidade e de tudo em geral… E pode continuar com as aventuras gregas-eurogrupo, que eu cá prefiro lê-las por este seu cantinho do que ouvi-las na televisão 🙂

    Beijinhos***

    1. Joana, nada como ler tudo para perceber coisa nenhuma, pois o conteúdo é duvidoso 😀 Eu só estou a fazer de conta 😀
      Beijinhos e volte sempre com essa boa disposição!
      Mia

      1. ahahahhahah!!! Mia, mesmo que no fim não se chegue a conclusão nenhuma e os seus textos sejam uma caldeirada, mesmo assim vou preferir sempre lê-los 🙂
        Beijinhos***

  2. A coisa é grave: uns acham que podem pagar o dinheiro que andaram a pedir emprestado quando, como e da forma que bem quiserem. Os outros andaram a emprestar à bruta e agora querem-se armar em maus, sérios e rigorosos e estão inflexíveis. No meio disto tudo quem se lixa, lá como cá, é o desgraçado do povo que corre o risco de morrer à fome ou ficar sem nada porque os políticos (do mundo) são uma vergonha, isto é a maior generalização que posso fazer!

    Fosse a política nobre arte que Aristóteles imaginava e nunca os seus concidadãos estariam como estão hoje, e quem fala dos gregos fala dos outros povos, porque isto está pela hora da morte em todo o lado. O poder corrompe e cega é o que é, e quem disser o contrário ou é cego ou então é palerma.

    Pronto, já desabafei e enchi o rodapé, as minhas desculpas se abusei.

    1. Muitos erros, muitos problemas, e agora as soluções não são viáveis!
      O desabafo não tem limite de espaço, aqui pode ocupar o que se quiser, e o rodapé serve para isso mesmo! 🙂

  3. Receio muito que a política por detrás das notícias transmitidas seja muito mais obscura do que possamos imaginar – antes uma Grécia que seja uma pedra no sapato do “nosso” lado que uma porta de entrada russa do outro? Isto é: será mais fácil fazer as vontades (mesmo que nos custem) a gregos, antes que dêem uma de troianos?

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s