desabafos em rodapé

Tudo tão longe…

Momento em que me “faço de palavras alheias.”

“irei até onde o ar termina, irei até onde a grande ventania se solta uivando, irei até onde o vácuo faz uma curva, irei aonde meu fôlego me levar”.

Clarice Lispector
escadas
imagem

A precisar de respirar! MUITO!

Advertisements

14 thoughts on “Tudo tão longe…”

  1. Este post deveria ser acompanhado pela frase: “Não tentem fazer isto em casa”
    Quanto ao resto, acho que melhor que a canseira de ir e ir e ir até ao fim da escada, até onde o vácuo faz curva, etc… se calhar sentavas-te um pouco, respiravas, comias um gelado, ou dois, voltavas a respirar e acho que a coisa se resolvia, entretanto, chega o fim de semana e as férias e pronto(s).
    Esta prescrição não está sujeita a receita médica, caso os sintomas persistam é melhor ver isso junto a um técnico de saúde.
    Bem, está na hora d` eu ir tomar os comprimidos… 🙂

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s