desabafos em rodapé

dizem que estão muito na moda

O cãozinho é lindo. Enquanto cachorro, uma gracinha. Fartinha de ver pessoas com animais de estimação a serem muito felizes com eles, a mocinha, já adultazita, também insistiu que não lhe fazia mal nenhum entrar para as estatísticas. Já o tem. É um bulldog francês, muito fofo, no dizer das suas palavras. ”  amanhã vamos almoçar fora” – avisa a mãe pelo telefone. “Só vou se puder levar o Puppy* . “Não sei é permitida a entrada de cachorros”. “Se não for, não vou”. Foi. Deixaram entrar, apesar da proibição. Parece que o pappi connhecia o dono do restaurante. Este, fechando os olhos permitiu a entrada do Puppy. Passou tempo. As férias estão à porta. A menina adulta anda muito amuada. Tem destino de férias, só que não inclui bilhete para o cachorro. Também ninguém da família quer assumir a responsabilidade de tomar conta do animal. Avisaram-na muitas vezes sobre o que podia acontecer. E as contas no veterinário? Jesus, senhores! “Há hoteis…” “Pois há, mas ficam caros!”

História ouvida num consultório. Ajudou a passar o tempo. Não conheço a menina, o cachorro, cujo nome foi aqui deixado ao acaso*. É o verão a puxar pelo melhor que as pessoas têm. De animal fofinho, a estorvo na primeira pessoa.

CAO

imagem só para compor isto. para não acabar assim, tão seco…avinagrado, ao mesmo tempo, avinagrado.

Advertisements

14 thoughts on “dizem que estão muito na moda”

  1. Por essas e por outras, Mia, é que animais de estimação nem vê-los cá em casa. Nem gosto de dizer isto, porque caem-me logo em cima: ai e tal, os animais isto e aquilo, fazem companhia , são ótimos amigos, não sabes o que perdes, etc…Mas muito francamente, gosto de ir de férias, fechar a porta de casa e não me preocupar com mais nada, não me estou a ver a pagar as contas do vet e muito menos a sair de casa à meia noite para levar o bobi a passear. E ainda menos me apetece acartar ração do supermercado. A sério, pensem o que quiserem de mim, mas problemas, preocupações e trabalho já tenho que cheguem! e hobbies também! beijinhos, boa semana!

    PS: respeito quem os tem, e espero que os tratem muito bem!

    1. É uma opinião. Válida e bem defendida. Não me cabe concordar ou discordar. Para se ter um animal, e dar-lhe todo apoio que necessita, ou se está
      disposto, ou não. Não estando, é melhor não entrar em modas e repentismos.
      Beijinho, Val.

  2. Que triste, Mia!!
    Não apoio comércio de animais…sou favorável á adoção responsável.

    Animal, merece respeito e é responsabilidade!!!

    Tenho os meus todos adotados de situação de abandono.

    Dou tudo do bom, de acordo com minhas possibilidades: babá que os leva a passear, brinquedos, agasalhos para o frio… e, quando viajo, contrato babás para os gatinhos e garanto vaga em um bom hotelzinho para cães onde sei que não ficarão em gaiolas, mas, soltos em um bom espaço.

    Beijinhos, querida, tenha uma semana bem bonita!

    Lígia e =^.^=

  3. A minha irmã não resistiu a um. Ela também queria adoptar como a comentadora em cima, mas começou a vê-lo numa loja de um Centro Comercial a crescer sem que ninguém o fosse buscar, e não conseguiu resistir (ela adora animais). Já o tem há quase um ano e ele é super especial, tem um enorme coração, gosta dos outros cães (mesmo o dobro ou o triplo do tamanho dele, dos gatos, das pessoas, é inteligente, teimoso e corajoso, fica feliz só por nos ver. A minha irmã já não pensa em ir para fora em férias por causa dele, mas eu já me ofereci para tomar conta se ela quiser ir.

    1. Ter um animal de estimação obriga a uma postura de responsabilidade e carinho muito grande. Assim, não me admira que uma pessoa que goste do seu animal, neste caso, um cão, esteja disposta a fazer sacrifícios.
      Beijinho Gábi.

  4. Tive um cão durante doze anos, que atravessou a minha meninice e adolescência. Nunca mais tive nenhum animal, porque para os ter é preciso tratar bem deles, é como se fosse mais um elemento da família. Deixo para os outros serem mais felizes, melhores pessoas por terem um animal de estimação (segundo alguns estudos). Só espero que no final deste Verão, e, como vivo numa zona balnear, não aconteça o costume, que é haver imensos cães abandonados, pelas tais boas pessoas
    Beijinho e boa semana.

  5. Em chegando o verão e as férias é sempre isto. Adoram-nos, mas depois abandonam-nos, coitadinhos 😦 Os meus já têm estadia garantida, ficam com a avó 🙂

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s