crónica futebolística

benfica vs boavista

O rádio do carro sintonizou-se na Antena 1. Na Antena 1 corriam as vozes aceleradas dos comentadores de futebol. Ainda levei a mão ao botão para o colocar de novo na Smooth FM, mas resisti. De repente, aquela narrativa em velocidade turbo despertou-me a atenção. Fiquei  a saber que os encarnados ganhavam por um a zero aos axadrezados do Boavista, e o golo tinha sido marcado por um miúdo. Ainda não tinha percebido quem seria o miúdo ( não conheço quase nenhum nome ligado a este desporto) quando ouço vibrante a voz do comentador: “tirou tinta, que eu vi!”; “Tirou tinta que eu vi!”; ora , esta repetição em código, percebi depois, que  a bola tinha raspado no poste da baliza. Ainda eu não tinha digerido este dialeto, quando ouço dizer que estão expectantes quanto à entrada de um iogurte. Era nem mais nem menos que um jogador grego, com um nome que tive de pesquisar: Mitroglou. Ora, não tendo competência enquanto conduzia, para perceber o seu nome, entendi que o iogurte já tinha marcado um golo. Puro engano. Segundo o comentador, o que acabara de acontecer era apenas a entrada de um jogador com capacidade de liderança. Ainda a restabelecer-me desta minha estupidez,ouço dizer que a bola não entrara, e que fora uma bela jogada, sendo que, o seu autor, não fora egoísta, nem guloso. Alguém ao microfone anuncia que é neste momento que o jogo ganha grande dinâmica, e a bola se torna magrinha.

Assim deve ser, pois o Benfica acabou por ganhar o jogo, não sei se por competência dos jogadores, ou se foi pelo facto da bola ir emagrecendo cada vez mais, e ter avolumado as dificuldades ao guarda-redes da equipa contrária para a agarrar, sempre que lhe era endereçada.

Vou perguntar ao meu benfiquista que está no sofá a ouvir como vai a política nacional.

Já perguntei. Parece que foram golos mesmo muito jeitosos.

Advertisements

11 thoughts on “benfica vs boavista”

    1. Bom dia Linda,
      Nunca me tinha dado ao trabalho de ouvir um relato de futebol. Foram apenas uns minutos, mas achei que é preciso ter grande dinâmica para captar a atenção dos ouvintes. Depois, é preciso dominar o dialeto. 🙂
      Beijinhos.

  1. Olá Mia, eu que estou completamente a leste do mundo do futebol, por acaso gosto de ouvir alguns relatos só mesmo pelos trocadilhos, frases engraçadas, metáforas… Gosto desse jogo de palavras em futebolês 🙂 Mas não aguento 90 minutos de um relato, assim uns minutinhos como a Mia ouviu chegam para me fazerem sorrir e aprender umas novas coisinhas!

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s