desabafos em rodapé

os cãezinhos dos meus vizinhos

Muito bem educados, só ladram a horas convenientes – quando eu não estou em casa – dormem toda a noite – não os ouço do outro lado, onde fica o meu quarto; têm as mesmas necessidades que qualquer outro seu semelhante, – uma vez na rua, depositam resíduos sólidos onde não devem- o que obriga ao levantamento dos mesmos pelos donos. Bem, isso, queria eu. Nem sempre acontece; ou porque há falta de saquinhos para o efeito, ou, quiçá, porque há falta de civismo destes amores de pessoas que julgam que a calçada do passeio, pode ser “enfeitada” com adornos desta natureza.

cão_ cócó

os béus-béus não têm culpa. eu também não.

Advertisements

8 thoughts on “os cãezinhos dos meus vizinhos”

  1. Eu ando sempre com saquinhos na mala. Quando apanho alguém em flagrante delito a afastar-se do “local do crime” como se a poia XXL do seu animal não lhe dissesse respeito, pergunto sempre delicadamente (leia-se com um sorriso fingido) se precisa de um saquinho. A maioria aceita a oferta e apanha o que lhe pertence.

    Um beijinho, Mia

  2. Ora aqui está uma coisinha que também me tira do sério. Por acaso onde trabalho, há um rapaz que digamos que até é assim muito jeitosinho e à noite passeia o seu canito na rua e apanha sempre as suas necessidades com um saquinho, muito bem!!! Mas na minha rua já não posso dizer o mesmo, porque há imensos cães e nem que eles façam à porta do prédio os seus ricos donos não apanham… O saber viver em comunidade tem muito que se lhe diga, ai tem, tem…

  3. Hoje, eu fui agraciado com um montinho em frente à minha casa e quase tive o prazer de pisar nele…
    E isso se repete sempre, pois meus vizinhos acham que não devem recolher as fezes dos seus cães.
    Um super beijo, Mia querida.
    Alex

  4. Infelizmente não são só os teus vizinhos que não fazem a recolha dos “adornos” dos seus amigos de 4patas.. Eu ainda tenho a infelicidade de ser acordada pelo choro destes quandos os donos os deixam sozinhos em casa.

  5. realmente é falta de civismo, não recolher os dejectos dos cães. Mas também se pode apontar o dedo aos serviços municipais, que deviam colocar recipientes para os cocós… ou, pelo menos, mais contentores para o lixo. E, de caminho, criar um espaço vedado onde se pudessem passear os cães livremente. Nos países “civilizados” também há normas, mas há espaço para todos, e as pessoas cumprem, habituaram-se, para evitar multas pesadas. Leiria é, definitivamente, uma das cidades menos “amigas” dos animais e das pessoas que a habitam… Sabias que o canil municipal nem licenciado está? e desde 2010 que está obrigado a ter um regulamento, que ainda não existe… por aqui se vê.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s