desabafos em rodapé

TUDO QUE VICIA COMEÇA COM “C”

“Por alguma razão que ainda desconheço, minha mente foi tomada por uma ideia um tanto sinistra: vícios.

Refleti sobre todos os vícios que corrompem a humanidade. Pensei, pensei e, de repente, um insight: tudo que vicia começa com a letra C!

De drogas leves a pesadas, bebidas, comidas ou diversões, percebi que todo vício curiosamente iniciava com cê.

Inicialmente, lembrei do cigarro que causa mais dependência que muita droga pesada. Cigarro vicia e começa com a letra c.

Depois, lembrei das drogas pesadas: cocaína, crack e maconha. Vale lembrar que maconha é apenas o apelido da cannabis sativa que também começa com cê. Entre as bebidas super populares há a cachaça, a cerveja e o café.

Os gaúchos até abrem mão do vício matinal do café mas não deixam de tomar seu chimarrão que também – adivinha – começa com a letra c. Refletindo sobre este padrão, cheguei à resposta da questão que por anos atormentou minha vida: por que a Coca-Cola vicia e a Pepsi não?

Tendo fórmulas e sabores praticamente idênticos, deveria haver alguma explicação para este fenômeno. Naquele dia, meu insight finalmente revelara a resposta. É que a Coca tem dois cês no nome enquanto a Pepsi não tem nenhum. Impressionante, hein? E o computador e o chocolate? Estes dispensam comentários.

Os vícios alimentares conhecemos aos montes, principalmente daqueles alimentos carregados com sal e açúcar. Sal é cloreto de sódio. E o açúcar que vicia é aquele extraído da cana.

Algumas músicas também causam dependência. Recentemente, testemunhei a popularização de uma droga musical chamada “créeeeeeu”***. Ficou todo o mundo viciadinho, principalmente quando o ritmo atingia a velocidade… cinco.

Nesta altura, você pode estar pensando: sexo vicia e não começa com a letra C. Pois você está redondamente enganado. Sexo não tem esta qualidade porque denota simplesmente a conformação orgânica que permite distinguir o homem da mulher. O que vicia é o “ato sexual”, e este é denominado coito. Pois é. Coincidências ou não, tudo que vicia começa com cê.

Mas atenção: nem tudo que começa com cê vicia. Se fosse assim, estaríamos salvos pois a humanidade seria viciada em Cultura…”

LUIZ FERNANDO VERÍSSIMO

*** – não conhecia a música citada. cheguei à conclusão que não acrescenta nada à minha felicidade.

Advertisements

23 thoughts on “TUDO QUE VICIA COMEÇA COM “C””

  1. Mia, juro que você não perdeu nada ao não conhecer essa “obra prima”. Aliás, poupe-se de conhecê-la, é o melhor a fazer.

    1. Credo, Laércio, nós por cá, temos miséria musical, mas, não me leve a mal, aquilo, deve der fruto de medicação errada. E o mais preocupante? a quantidade de gente que vi no vídeo absorvendo tanto “créeeeuuuuu”!
      já pensou em levar o seu pupilo, Mico, até um espetáculo daqueles, para estudar a possibilidade de ser bem sucedido nos seus intentos? 🙂

      1. Olha, se ele já acha que tem motivos para suicídio, que dirá se assistisse àquilo? O problema dele, aparentemente, não é falta de motivos, mas ineficácia de procedimentos. 😀

  2. Mia, este seu texto é qualquer coisa de maravilhoso 🙂 Digno de revistas internacionais! Nunca tinha pensado nestas coisas assim deste prisma, mas tem toda a lógica. Beijinhos grandes***

    1. Joana, o texto não é meu. é do autor, cujo nome identifico no final. olhe o sobrenome: Veríssimo. isso quer dizer algo, não?
      Quem me dera ser assim perspicaz, e tão boa de palavras.
      beijinhos

      1. Até fui novamente ‘lá cima’ ler… E não é que me escapou esse pormenor? Pronto, deixemos o Veríssimo ficar com os louros que lhe pertencem, mas bem que podia ser um texto seu, lá perspicácia e visão tem a Mia. Beijinhos*** Boa Quarta-feira.

  3. Hahahahaaaa, e eu pensando ” nãaaaao, não pode ser!!! O Creu não pode ter chegado do outro lado do oceano”
    rsrsrs
    Ainda bem que não chegou 🙂

  4. Já conhecia este texto, mas foi bom relê-lo. O conteúdo não abona muito a favor da letra “Cê” que designa várias coisas que criam dependência. Mas, e como todas as regras, há uma exceção, a Cultura. E, na verdade, esse seria um vício bom que traria excelentes resultados para a sociedade.

    Um beijinho, Mia

    1. Eu não conhecia Miss Smile, ou,se já o tinha lido, não me lembrava – o que acho difícil- e aqui o postei, por falta de assunto da minha lavra. O vício da Cultura não é fácil de adquirir. É muito parado e exige substância.
      Um beijinho,
      Mia

  5. Boa noite, Mia. Não conhecia o texto mas adorei! Obrigada pelo testemunho de conhecimentos. Boa noite, mais uma vez, e boa semana!

  6. A Coca-Cola é mais viciante porque tem uma publicidade muito mais forte e agressiva que a Pepsi. Heroína, outra das calamidades, pelo menos do século passado, não tem qualquer “c”… E neste momento não me lembro de mais nada para contrapor. Mas há-de haver concerteza… 😀 😉

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s