desabafos em rodapé

foi assim que aconteceu

estava quase a escurecer. ia eu muito sossegada.  o carro a consumir dentro da normalidade. aproximava-me de uma rotunda. há que ter atenção. eu vinha pejadinha de atenção, mais do que aquela toda que eu trazia comigo, até podia parecer mal. então, eu, que estava quase a ter licença para entrar na rotunda, reparo que muitos condutores que até lá, por mim passaram, me faziam sinais de luzes. eu, que levava o carro do meu marido, pensei “apre! que este carro é mais conhecido que o “Ajax , limpa vidros”. E os sinais de luzes continuavam.

De repente, não passando mais carro nenhum, achei-me numa escuridão brusca total, no tal aproximar da rotunda…achei tão estranho. Um apagão na cidade? – interroguei-me! Isto é atmosfera para aparecer por aí um ovni- continuei a magicar- naquilo que é conhecido por cérebro! Tudo isto se passou em poucos segundos, e tudo continuava às escuras. Já esperava a chegada intempestiva dos agentes Fox Mulder e Dana Scully, para me explicarem o fenómeno.

Cá fora e cá dentro na minha cabeça, também os circuitos iam apagados, pois se assim não fosse, tinha percebido de imediato que saíra de casa sem ligar as luzes do carro. E eu a pensar que os sinais de luzes eram de pessoas amigas a saudarem o automóvel cinza claro que por ali circulava.

ovnis…francamente!!!! é assim que começam os boatos.

Advertisements

14 thoughts on “foi assim que aconteceu”

  1. Que narrativa deliciosa, Mia. Fizeste-me rir, pois já em tempos me aconteceu o mesmo… É perigoso, sim! E uma amiga minha apanhou certa vez uma multa valente pelo mesmo esquecimento. Ainda bem que tudo não passou de um susto – e ainda bem que os ovnis não te raptaram para outras galáxias! Como passaríamos nós sem as historietas da Mia? 🙂 Um beijinho

    1. Miú, os meus episódios são assim, muito tolos no seu conteúdo. Parece que possuo uma qualidade inata para o disparate.
      Felizmente, não tive problemas. Como é que não dei conta? Uma multa não vinha nada a calhar.
      Tenho histórias/historietas…se as pusesse todas aqui, iam achar que tenho uma imaginação prodigiosa e que invento muito bem. 🙂
      Um beijinho,
      Mia

    1. Bom dia, Outro Ente,
      A popularidade, aparentemente , faz-nos tão bem. E esta, que foi medida pela constância dos sinais de luzes? Não sei se me preocupe. 🙂
      Um beijo e boa semana,
      Mia

  2. eheheh tenho a sorte do carro do marido acender as luzes assim que rodo a chave, por isso, todos os sinais de luzes são mesmo sinal de cumprimento. Xiça que o homem é mais conhecido que o Zé dos Plásticos :)))

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s