coisas minhas, desabafos em rodapé

estratégia de fim de tarde

Chegar a casa, boa tarde, que calor, hoje, não? Uma saudação carregada de óbvio, para não cansar mais a moleirinha.

Logo a  seguir sentar no sofá e proferir entre um sopro e um suspiro” venho tão cansada. 30º, agora,  e são quase sete horas”. Mais uma tirada carregada de óbvio, mas que ajuda bastante a fechar o diálogo.

Sem demoras , ocupar todo o sofá, o meu é cinzento, e elevar as pernas, porque há necessidade de atender à questão venosa.

Quase por último, ignorar o relógio, pensar numa salada fresca que haveria de já estar preparada, mas carece de mão e, essa, não se mexe, pois está em estado comatoso, para acabar num lamento muito sincero :

” se pudesse, não me levantava mais daqui, até serem horas de ir para a cama” .

Pelo facto de estar sozinha em casa, tudo isto foi um exercício inútil, pois posso muito bem fazer o que me apetecer. Só que  gosto de me colocar em cenários dignos de dó e piedade. E de potencial solidariedade, também.

que calor…

Advertisements

10 thoughts on “estratégia de fim de tarde”

  1. Que texto tão giro, Mia. Podia ser eu… 🙂
    Hoje esteve melhor, menos quente, espero que tenha ajudado a ganhar coragem para mexer a mão adormecida, na hora de ir para a cozinha. Também detesto… (vergonha).

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s