coisas minhas, desabafos em rodapé

falar sozinha

pratico muito. desenvolvi uma técnica “à ventríloquo”, tal como eles, falo sem mexer os lábios, mas para dentro.

isto, como estou  a explicar, entra na categoria de falar sozinha, ou são só pensamentos que vão chocalhando no meu interior, e ao andarem de um lado para outro, sem direção assistida, não passam de palavras mudas, expressas em silêncio? ficou-me a dúvida.

Advertisements