desabafos em rodapé

há coisas que não se explicam

ainda ontem era verão. verdade? hoje, no entanto, uns pingos de chuva bastaram para   estar já tomada de um tom muito «jingle bells». insidioso, matreiro, insinuou-se naquele largo de um certo shopping que só visito in extremis, e instalou-se com grande atrevimento. sem dar conta, já tinha as mãos ocupadas, e plenas de certeza que devia trazê-los.

natal

apanhei-os desprevenidos, mas reparo agora, que pode ter havido uma inversão de papeis, e quem foi apanhada desprevenida, fui eu, mas isto passa-me. deixai vir janeiro.

Advertisements

6 thoughts on “há coisas que não se explicam”

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s