desabafos em rodapé

world press photo

1968

eddie adams

eddie 1 de fevereiro de 1968, o chefe de polícia sul vietnamita Nguyễn Ngọc Loan executa um  membro vietcong , Nguyen Van Lem. a fotografia ganhou o prémio world press photo.

2017

turquia

 assassínio do embaixador russo na Turquia.

tenho de concordar com Stuart Franklin, presidente do júri da 60.ª edição do World Press Photo,que não votou a favor da categoria em que  o prémio foi atribuído .

a vida é tão mais negra do que aquilo que gostaríamos, até nas fotografias.

coisas minhas, desabafos em rodapé

para onde vos levaram?

eucaliptos

subtraídas à estrada  e ao movimento que acompanhavam diariamente, ficou a clareira. agora, é colocar uma cabana, um ogre, dois ou três aldeões assustados, uma donzela em perigo, talvez um dragão com problemas em cuspir fogo e uma bando de pássaros cujos trinados matinais ninguém ouve, porque dormem todos com tampões nos ouvidos. e a razão é simples, é que o cenário não os coloca numa clareira aquietada e escondida na densa floresta, antes, junto  a uma estrada cheia de movimento, inclusivamente de autobus. se chegarem mais personagens ficam por sua conta e risco. “daí lavo minhas mãos.”

já hoje choveu bastante. e continua. vejo perfeitamente da janela que está aqui,  do meu lado esquerdo, e por isso me inunda de luz em ângulo correto, e bem direcionado.

12 de fevereiro de 2017. domingo.chuva. 9º de mínima, 15º de máxima.

coisas minhas, desabafos em rodapé

o antes e o depois

era uma vez um “antes” cheio de bonomia e motivação para a agricultura. parecia ser moda e tendência ter uma horta, nem que fosse em cima de uma cabeça de alfinete. eu tinha um pouco mais de largura, e eis-me na aventura da pá, terra e sementes. depois, mesmo que fosse moda ou tendência, achei que era muito bem -vinda.

veio assim:

horta

e ia tudo muito bem: cenouras, rabanetes , hortelã e mais umas coisinhas brotaram da minha ignorância da arte de deitar à terra. seguiram-se dias de chuva, sol e nevoeiro, até que um cinzento carregado se acolheu no lote 10/ 3º esquerdo. de tão escuro que era, parecia querer fazer-se negro. e foram dias e dias nessa escuridão. mais de 500. mais, seguramente.

e tudo ficou assim:

hoje

daninho, muito daninho.

hoje-2

depois, quando timidamente, uns raios de sol quiseram romper pela escuridão, e vieram tão fortes que romperam e venceram, temos, agora,  o pequeno “latifúndio” do lote 10/ 3º esquerdo à espera para ver mãos à obra.

domingo, 5 de fevereiro de 2017. eu.