desabafos em rodapé

“o banco que dá a volta”

esta é uma frase que a publicidade arranjou para enaltecer as qualidades de uma determinada instituição bancária que, por acaso, tem participação estatal. eu não tenho nada contra as participações estatais, sejam lá elas onde forem – explicação dada. o que aborrece, de facto, é perceber que tanta publicidade e tanto elogio, nem sempre correspondem depois àquilo que apregoam em todos os seus serviços. ora quando alguém usa um cartãozinho simples que lhe permite fazer compras e pagar facilmente, e esse cartão tem assinatura desse banco, e infelizmente perde-se-lhe o rasto, há a preocupação de avisar o banco, que por sua vez cancela o dito cujo e ficamos todos mais descansados. o pior é quando se dá conta do ocorrido à noite. aí,tenta-se telefonar para um certo número que supostamente funciona 24 hora por dia para ajudar o cliente. afinal, a voz que lá está, cumprimenta-nos e pouco mais. ainda pensei que oferecessem informação astral ou meteorológica, mas não. e quanto ao cancelamento, o melhor é ir pessoalmente. fica assim a volta dada, penso eu.

Advertisements