desabafos em rodapé, novidades fresquinhas

Selinho Blog em Bom

era para ser um fim de noite descansado. isso significaria sentar-me no meu sofá cinzento e esperar que todo o silêncio à volta me envolvesse e dissesse boa noite. mas porque assim não estava planeado, foi o meu sofá sacudido por um pequeno selo. selo, não, selinho. se é para contar, tem de ser bem feito. era pois um selinho: pequenino, cor -de-rosa, silencioso, mas ao mesmo tempo estridente. vinha a mando de Linda Blue. e fazia perguntas, o selo. e queria respostas.

se eu fosse um blog em bom quem haveria eu de ser? sem pretensões, queria ser eu, assim como sou – nada original, dito assim-, mas acrescento que o que era mesmo bom, era poder fundir-me em tantas boas narrativas que por aí leio. assim, por cada escrito que fizesse,  pareceria albergar aqui, um mundo de palavras, todas minhas, mas todas nossas.

como não tenho capacidade de ser original, nem de surpreender em bom quem quer que seja, mas porque há perigos no corte desta corrente, talvez se ava pain, se decidisse a regressar, era menos uma dor de cabeça. todas as outras nomeações já foram feitas, – andei de casa em casa para espreitar, e reparei que já foi tudo notificado- o movimento está em marcha.  talvez a dona redonda se lhe possa juntar, sendo que, certos pseudo blogs são bons companheiros, e há pessoas que continuam giras aos quarenta e se a Laura quisesse mais mundo, e se uma certa caçadora de desenhos lhe juntasse os seus traços…

selo-pipoco

bom fim de semana.